[ENTREVISTA] Taylor Momsen para a Untitled Magazine

O site Momsen Brasil traduziu a entrevista que a Taylor deu para Untitled Magazine Issue 6 (da qual ela é capa).Veja abaixo:

   "Música sempre foi o meu objetivo e foco. Atuar era apenas um trabalho, para pagar o aluguel." Quando a linda loira de Gossip Girl começou a fazer as pessoas falaram sobre seu comportamento radical, muitos começaram a pensar que ela era só mais um desperdício na indústria. "Eu comecei a atuar muito nova, literalmente aos 2 anos. Eu não escolhi isso..." Honesta e indomável, ela se recusou a agir como uma boa garota para o trabalho, e então, em vez disso ela se focou na carreira de música - onde ela finalmente poderia ir aos limites de sua arte e ideologia. Alguns podem pensar que para uma garota de 17 anos, é um pouco louco se apresentar no palco com apenas fita adesiva nos seios, falar abertamente sobre masturbação feminina, e sua pré-disposição para pornô, mas para Taylor, que gravou seu primeiro comercial aos 3 anos, era óbvio que ela não se importava com o que ninguém pensava sobre ela. Ela só queria ser criativa e imprudente.
       "Eu meio que cresci em estúdios de gravação. Eu estava no meu primeiro estúdio quando era muito pequena... Eu comecei a escrever para mim mesmo provavelmente desde que eu tinha 9 ou 10 anos." Ela gravou sua primeira canção aos 5 anos, e depois de anos atuando e trabalhando como modelo, ela percebeu que essa era sua verdadeira vocação. Inicialmente, muitas pessoas não levaram sua banda, The Pretty Reckless, a sério - apesar que não levou muito tempo para ela provar que estavam errados. Trocando sua imagem de menina bonita pelo rock and roll, maquiagem, lingerie e couro, a banda lançou dois demos, "He Loves You" e "Zombie", ganhando atenção dos fãs. O primeiro single da banda foi destacado no filme Kick-Ass, que foi para a soundtrack e conseguiram um lugar na Warped Tour. O primeiro EP deles, The Pretty Reckless, atraiu muitas publicações sobre eles, incluindo na revista Rolling Stone. No outono de 2010, a banda lançou seu primeiro álbum, Light Me Up,  com a Interscope Records, ficando em sexto lugar dos mais vendidos na Inglaterra.
Desde então, a banda está quase sempre em turnê, e se apresentando com artistas como Marilyn Manson em sua turnê Hey Cruel World. "Nós temos sido muito afortunados de conseguir turnês legais, e nos apresentar com bandas muito boas, de Guns N' Roses a Evanescence e todos os festivais. Nós tocamos com System of a Down e todos os outros. Mas Manson foi um dos meus favoritos." Suas apresentações ousadas se culminaram com suas letras e vídeos polêmicos, incluindo "Under The Water" e seu vídeo em que ela aparece "nua" deixaram sua reputação ainda mais imprudente - e conseguiu mais fãs.
Apesar de sua imagem rebelde, ela é realmente dedicada à musica. "Música é incrível. É uma língua que pode ser traduzida de qualquer língua. Música não é sua própria língua. Isso é surpreendente. A música fala mesmo sem falar." A fã dos Beatles fala que ela "provavelmente seria uma alcoólatra" se não fosse uma música. Suas letras - que falam sobre assuntos obscuros como sexo, drogas, morte e religião - a levaram ao topo da lista dos músicos controversiais. Músicas como "Goin' Down" criaram uma opnião negativa da imprensa, e ela foi chamada de "Courtney Love Junior" pela mídia. Taylor insiste "muitas das minhas músicas funcionam em vários níveis diferentes." Por mais que os assuntos pareçam ser controversiais, ela gosta de deixar suas músicas abertas para interpretação. "Escrever músicas é um processo longo e torturante, onde você meio que senta dentro de sua cabeça e se mata por algo... Algumas vezes, você termina a música e nem percebe o que está dizendo até que esteja completa. Talvez um ano depois, você está escutando e fica tipo  'Ah, isso era o que eu realmente estava dizendo' ao contrário do que eu achei que estava dizendo na época. Eu gosto de deixar as músicas abertas para interpretações para as pessoas. Seja o que for que signifique para mim... Não importa. É apenas como ela toca as pessoas e como elas interpretam e o que significa para elas... É o que faz a musica ser mundial."
2012 foi um ano com bons acontecimentos, incluindo o lançamento de seu segundo EP, Hit Me Like a Man, sua turnê com Marilyn Manson, e maus acontecimentos também, como quando seu estúdio em New York foi destruido pelo furacão Sandy. "Nosso estúdio, todo equipamento, todas as nossas guitarras, tudo destruído!" Em dezembro eles lançaram seu novo single "Kill Me", que tocou no final do último episódio de Gossip Girl, criando um fim à sua relação com o programa. 2013 vai ser um grande ano para a The Pretty Reckless, com o lançamento do novo álbum na primavera. É claro que Momsen, com sua voz rouca, é otimista sobre o futuro. "Definitivamente vai ter uma turnê mundial, e estou fazendo um filme sobre a gravação, um documentário... e esperançosamente outras coisas!" Você pode esperar o inesperado quando se trata da Taylor, e felizmente para seus fãs, nós certamente iremos ver e escutar muito mais sobre ela nos próximos anos.



FAÇA SEU COMENTÁRIO