Entrevista para o site chileno MuchMusic


No sábado, 28 de Julho, Taylor e Ben foram entrevistados pelo site MuchMusic Americalatina enquanto estavam no Hotel Tribeca, em Buenos Aires, Argentina.

The Pretty Reckless: América do Sul compreende o que é rock.
Durante sua visita à região, o grupo de Taylor Momsen contou as expectativas para turnê.

Enquanto a passagem da estrela de 19 anos durante 3 temporadas em Gossip Girl foi, parcialmente, responsável pelo seu conhecimento internacional, para ela e seu manager, isto é apenas uma lembrança.

“Por favor, foquemos a entrevista apenas na carreira musical da Taylor e não no seriado”, pediu o manager do grupo. “Eu realmente deixei o seriado, eu abandonei na terceira temporada”, acrescentou Taylor.

The Pretty Reckless é um grupo formado em Nova Iorque em 2009. Embora Taylor já estava trabalhando com música desde antes, foi neste ano que conheceu o guitarrista Ben Phillips, com quem fundou a banda.

A estréia oficial do grupo foi em agosto de 2010, com o disco “Light Me Up”, em seguida, em março deste ano The Pretty Reckless apresentou o EP “Hit Me Like a Man”. Atualmente a banda está gravando seu segundo álbum.

Quais são as influências do grupo? É justo dizer que tem influência de música de Los Angeles e São Francisco, de grupos como Mötley Crüe, LA Guns, Guns N’ Roses ou Black Rebel Motorcycle Club.
Ben Phillips: Não. Bem, realmente não há muitas influências por bandas como Mötley Crüe, mas o Hard Rock definitivamente sim. Quando falamos de Hard Rock, nos referimos a bandas como Led Zeppelin e AC/DC.
Taylor Momsen: O cenário de Los Angeles é muito diferente do que estamos tentando fazer com The Pretty Reckless, não só musicalmente, também pela imagem que as pessoas associadas a esse estilo são mais parecidos com Glam Metal.
Ben Phillips: Musicalmente não são influências, no entendo nos damos muito bem com Tommy Lee e Vince Neil, são tipos excelentes e nós os amamos.
Taylor Momsen: Eu não quero de maneira nenhuma desvalorizar o seu trabalho, na verdade eu acho que é ótimo. Se você olhar mais para o norte, então sim, você estará se aproximando de nossas influências, como Nirvana e Sound Garden.
Como criam as canções. É um trabalho coletivo do grupo? Quem escreve as músicas?
Ben Phillips: Taylor vem com uma e idéia e desenvolve; ela é guitarrista e pianista. Nos reunimos com o produtor e fazemos todos os arranjos, mas todas as idéias são da Taylor.
Taylor Momsen: Sim, definitivamente tudo começa em minha cabeça, eu tenho um processo definido ou um livro para fazer anotações e cada música é diferente e ninguém está sujeito a um único gênero. Temos sido muito inspirados pela forma de tralhar dos The Beatles, onde não é regida por um único modo ou uma linha para fazer suas canções.
Então compõe muitas canções. E sobre os itens não incluídos no disco?
Ben Phillips: Se não foi incluído é porque eles não eram bons o suficiente.
Taylor Momsen: Claro que aconteceu de eu ter escrito músicas ruins, você tem que passar por esse processo para fazer músicas muito boas.
Algumas destas canções foram tocadas e tem pessoas que gostam, se para mim não é bom, então não a gravo; eu sou muito exigente comigo mesma e tenho padrões muito altos. Se para mim não é grande, simplesmente não faço.
Sei que tipo de músicas são as que as pessoas geralmente querem ouvir, e embora eu pudesse eu não iria querer gravar. Eu gosto da minha independência e originalidade, e tenho orgulho disso.
Você já pensou em fazer um disco de homenagem a todas essas influências que foram mencionadas?
Taylor Momsen: Eu não sei que quero gravar um disco, mas quero dizer que gostamos de fazer covers de músicas boas. Temos feitos muitos ao vivo, são temas que não foram gravadas em um estúdio, mas que nos inspiram e é por isso que fazemos.
E você está planejando fazer covers nesta turnê latina?
Taylor Momsen: Depende quanto tempo temos para a setlist. Nós nunca temos um set definido, nós gostamos de tocar dependendo de como estamos nos sentindo no palco, então não é algo definitivo.
Já estão trabalhando no novo álbum?
Ben Phillips: Sim, estamos nisso. Na verdade, nós literalmente deixamos o estúdio para poder vir à América do Sul.
Taylor Momsen: Se não tivessem nos oferecido datas na América Latina, simplesmente não teriamos aceitado esta turnê. Eu adoro ir para outros países e temos tido momentos incriveis, mas estavamos demorando em vir para esta parte do mundo.
As pessoas aqui tem uma boa sensação e uma excelente energia que nos transmitem.
Ben Phillips: Se você quiser se sentir como uma estrela do rock, você tem que vir para a América do Sul. Os fãs aqui entendem o rock.
Taylor Momsen: Estamos muito envolvidos na produção do segundo álbum e foi difícil sair da sala no momento da gravação, mas apenas quando desembarcamos na Argentina nós percebemos que tomamos a melhor decisão.
É a melhor sensação do mundo se você me perguntar, ser recebida com esse apoio e carinho dos fãs é apenas algo que não posso descrever em palavras.
Ben Phillips: América do Sul entendo o que é rock, os Estados Unidos entendem Lady Gaga.
Tradução Taylor Momsen Brasil 
FAÇA SEU COMENTÁRIO