Entrevista exclusiva para o Yahoo Voices




Confira a primeira parte da entrevista que Jason Tanamor fez com a Taylor para o Voices do Yahoo.
Taylor Momsen e The Pretty Reckless capturaram as atenções graças às grandes turnês musicais com Evanescence, Guns N’ Roses e Marilyn Manson. A banda está promovendo seu novo EP, “Hit Me Like A Man”, e está dando duro no trabalho em estúdio para gravar o próximo álbum. Momsen recentemente telefonou para falar sobre o EP da banda, prazeres musicais culpados, e quais são seus três momentos favoritos da música, até agora.

The Pretty Reckless esteve em três grandes turnês com Evanescence, Guns N’ Roses e Marilyn Manson. O que você aprendeu, pessoalmente, ao viajar em turnê com estes três grandes nomes?
Que você tem que chutar o traseiro ao vivo (risos). Estamos tão felizes por ter tido uma turnê com três bandas grandes como essas. Sou fã de todos eles. Se você vai contra Manson e sua audiência você definitivamente tem que provar alguma coisa e competir porque ele é tão surpreendente. Todos eles foram grandes experiências e muito impressionantes.
Eu tive a chance de vê-los com o Evanescence e depois novamente com Marilyn Manson, ambos em Milwaukee (WI). Mesmo no curto período de tempo entre as turnês, você pode ver a banda entrando em seu próprio sucesso. Em que ponto durante a turnê você percebeu que vocês eram grandes estrelas do rock?
(risos) Eu não acho que alguém pensa em nós dessa maneira, nós estivemos em turnê na estrada desde a Warped Tour em 2010. Tocar toda noite definitivamente ajuda. Esperemos que estejamos melhorando. Caso contrário, o que estamos fazendo? (risos)
O novo EP da banda, “Hit Me Like A Man”, saiu recentemente. O som é mais do que um bluesy rock¹ do que o pop rock encontrado em “Light Me Up”. Como você descreveria a diferença entre os álbuns?
Essa é uma das minhas coisas favoritas sobre escrever músicas; não há limites para isso. Eu não gosto de definir nossa música ou colocar limitações sobre ela – é rock. Cada música tem sua própria coisa, até mesmo no primeiro álbum. Com “Hit Me Like A Man”, que lançamos um EP para dar aos fãs um gostinho do novo álbum e como ele está evoluindo. E mesmo para nós, estivemos em turnê por tanto tempo com “Light Me Up” que as músicas eram como canções novas… Eu acho… me desculpe, eu sou o tipo de certa desmiolada agora. Eu estou atualmente no processo de trabalhar no novo álbum, eu estou realmente no estúdio agora. Está evoluindo agora, mas eu não tenho certeza em que direção. Eu acho que o objetivo é estar constantemente novo no que você está fazendo. E isso vai mostrar no novo material que estamos trabalhando – é muito aventureiro.
Quando é que o álbum completo sai?
Essa é uma boa pergunta. (risos) Estamos esperando para algum tempo no início do ano que vem, mas você sabe como algumas coisas vão.
Como é ser famosa na música, diferente de ser famosa na televisão?
Eu realmente não olho dessa maneira. Eu tento não focar na fama, eu nem sequer sei realmente o que isso significa exatamente porque é tão fugaz. O objetivo é nunca ser famoso. O objetivo é ser bem sucedido e ter longevidade no que você faz. Mudar a percepção do público e vista para mim era, e ainda é, uma espécie de desafio para levá-los a me ver fora de um personagem que eu interpretei na TV por tanto tempo. Vendo-me como algo diferente e não aquele personagem… Eu não sou realmente o personagem e sou uma pessoa muito diferente. Para mim, a música é tanto uma forma de arte honesta. Ela não mudou muito, mas sim que é mais apenas a minha agenda e minha vida são diferentes.
Essa foi uma parte da minha entrevista com Taylor Momsen. Fique atento para a parte dois, que inclui os top três momentos favoritos de Taylor na música e seus prazeres culpados musicais.
FAÇA SEU COMENTÁRIO